IMUNOFLUORESCÊNCIA

teste Imunofluorescência direta de pele

utilidade

“Padrão ouro” para o diagnóstico de doenças dermatológicas imunologicamente mediadas. É essencial para estabelecer o diagnóstico das dermatoses bolhosas (pênfigos, penfigoides, dermatose bolhosa por IgA linear, dermatite herpetiforme, epidermólise bolhosa adiquirida). Pode ser útil para o diagnóstico das doenças do colágeno (por exemplo, lúpus eritematoso), das doenças inflamatórias da cavidade oral (líquen plano, doença de Behçet) e das vasculites. A interpretação dos resultados deve sempre ser correlacionada aos achados clínicos e histopatológicos para a conclusão diagnóstica.

material requerido

Tecido a fresco, acondicionado em frasco contendo meio de transporte (solução de Michel), fornecido gratuitamente mediante solicitação. Ressalta-se que, após a coleta do fragmento, o mesmo deve ser colocado imediatamente no meio de transporte, sem nenhum outro tipo de fixação prévia.

metodologia

Utiliza-se anticorpos fluorescentes específicos para o antígeno a ser pesquisado (Imunoglobulinas- IgA, IgG e IgM, C3 ou fibrinogênio).

transporte

O frasco contendo fragmento em meio de transporte pode ser enviado pelos Correios em temperatura ambiente (20-25ºC), devidamente vedado e protegido contra quebra. Ressaltamos que o material deverá chegar ao Laboratório de Patologia Bacchi em até 72h após a coleta do mesmo.

prazo de entrega

7-10 dias úteis.