DISCRIMINAÇÃO ALÉLICA

teste Pesquisa de mutações no gene NRAS

utilidade

As mutações no gene NRAS ocorrem em 13-25% dos melanomas. Dentre esses, as mutações p.Q61R e p.Q61K correspondem a 35% e 34% do total, respectivamente, enquanto a mutação p.Q61L responde por 8% dos casos. Já nos casos de tumores colorretais, mutações nesse gene estão presentes em cerca de 4.1% e aparecem frequentemente em pacientes que não apresentam mutações em KRAS.

material requerido

Tecido fixado em formalina e incluído em parafina (bloco de parafina). Cópia do relatório do patologista.

metodologia

São utilizados primers e sondas específicos para as mutações no exon 3 (Q61R, Q61K e Q61L) para análise por discriminação alélica.

transporte

Pelo correio em temperatura ambiente (20-25ºC)

prazo de entrega

10 dias úteis